[Resolvido!] HAVP – Could not fork daemon

Esta semana eu estava implementando uma necessidade nova, solicitada por um cliente e precisei reproduzir o ambiente dele em uma máquina virtual para testes. Assim, instalei um Slackware mínimo, Clamav, HAVP e um Squid para criar um servidor proxy com análise de vírus do conteúdo.

Não entrarei em detalhes sobre esta configuração pois existem diversos tutoriais a respeito. O próprio HAVP oferece uma documentação detalhada sobre o assunto.

No entanto, ao tentar iniciar o serviço do HAVP, eu me deparava com o seguinte erro:

Starting HAVP Version: 0.92
Could not fork daemon
Exiting..

Infelizmente eu não encontrava detalhes suficientes para decifrar o mistério. Todos os fóruns e soluções que encontrei apontavam para o caminho de conflito de portas, o que não era o meu caso.

Em geral, eu não uso o Clamav como daemon, mas resolvi iniciá-lo neste formato para traçar um caminho diferente. Eis então que a “luz se fez”!!! Através do log do Clamav encontrei uma esperança na seguinte mensagem:

ERROR: daemonize() failed: Cannot allocate memory

Como eu tinha montado uma máquina virtual modesta, afinal era apenas para um teste local, aloquei apenas 512 MB de RAM. Infelizmente, como vim a descobrir, não era o suficiente para minhas necessidades.

Desliguei a máquina, reservei 1 GB de RAM, inicializei novamente o servidor virtual e voilà, o HAVP inicializou sem problemas!

Espero que este pequeno relato auxilie mais alguém, pois acabei dispendendo várias horas até encontrar esta solução!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: