Archive for the ‘retrocomputação’ Tag

HD capacidade superior à suportada pela BIOS

Esta semana estava lendo em uma lista de discussão que participo sobre as dificuldades de um participante com um HD de 500GB que a BIOS da máquina não reconhecia.

Lembrei do tempo que trabalhava com um 486 e o limite era 504MB. Precisei de mais disco e um técnico sem muito conhecimento instalou um HD maior no meu micro de trabalho. Inicialmente funcionou bem, mas perdi todos os dados ao ultrapassar a barreira dos 504MB! 😦

Então resolvi compartilhar com os leitores minha experiência com HDs IDE de 80GB em um Pentium MMX 233 MHz (cuja BIOS reconhece apenas HDs até um máximo de 40GB – se não me falha a memória) com Linux.

Em outra oportunidade falo mais sobre minhas experiências com retrocomputação.

Minha situação: estava com discos de 20GB instalados neste Pentium MMX, que uso como servidor www e também como controle de versões. No entanto, os HDs (instalados em RAID 1) não apresentavam confiabilidade, pairando um ar de insegurança sob meus dados. Resolvi então comprar HDs novos para substituir os antigos. Além da dificuldade de encontrar HDs IDE (agosto/2008), os que encontrei eram de 80GB!

Já tinha lido que o Linux não depende das informações da BIOS para reconhecer os dados “geométricos” do HD. Mas ainda não tinha testado. Meu primeiro problema: como garantir o boot da máquina, se a BIOS não sabe que tem um HD. Usar softwares para burlar as limitações da BIOS estava fora de cogitação. A BIOS também não tinha mais atualização para reconhecer os 80GB (ou mais), parou em cerca de 40GB (eu acho!).

Pesquisando na internet achei a solução: usar os jumpers de capacidade máxima do HD. Comprei os HDs sem muita certeza se funcionaria. Resolvi arriscar! Primeiro problema: hoje em dia os discos não definem claramente qual é este jumper (pelo menos nos discos que comprei!). Pesquisando na internet novamente descobri que era o jumper X o responsável por isto (não lembro exatamente qual, mas procure pela referência de seu HD que descobrirás fácil). Como não sabia exatamente a ordem dos jumpers, foi na tentativa-e-erro. Bingo! Consegui ativar a limitação de 32GB do HD! Agora a BIOS estava detectando os discos.

Próximo passo: testar a instalação do Linux (antes de migrar definitivamente meu servidor). Fiz uma instalação mínima de Linux no disco, reiniciei a máquina, e bootou normalmente. E quando verifiquei o tamanho do disco, lá estavam meus 80GB. Fantástico! Como sempre, o Linux me surpreendendo positivamente!!!

Bom, fica a dica aqui, talvez mais alguém precise e possa fazer uso desta dica. Ainda não testei para HDs SATA (o tipo de HD do participante que citei no início), mas acredito que se houver como definir esta limitação, então terás como instalar e usar seu Linux nele.

Suspeito que o HD desta pessoa seja SATA II e a placa mãe suporte apenas SATA I. Existe um jumper para isto em HDs SATA – já fiz uso dele também e funcionou perfeitamente!

Anúncios